Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Generalidades

Generalidades

09
Abr24

Sintra Cinema


Vagueando

Nos meus tempos de infância ia frequentemente às Matinés do Sintra Cinema ver filmes cómicos. Adorava esta Sala  de Espectáculos, talvez até mais do que o cinema Carlos Manuel, atual Centro Cultural Olga Cadaval, que ainda sobreviveu uns anos após o encerramento do Sintra Cinema.

Achava a sala mais acolhedora e as cadeiras mais confortáveis e quase sempre comprava bilhetes para o primeiro balcão que oferecia uma visão melhor sobre o ecrã.

Marcou uma época, em Fevereiro de 1941, estreou o filme de Manoel de Oliveira Anila Bóbó e em 1950, ainda não era nascido, passou nesta sala o filme " E Tudo o vento Levou, um estrondoso êxito da época, pelo que se organizaram camionetas especiais para transporte de espectadores entre as Azenhas do Mar e a Portela onde o cinema estava sedeado. Ver resenha histórica de SIntra promovida pela Alagamares - Associação Cultural

À frente do cinema existia um grande largo de terra batida, onde hoje está instalada a Seção de Urbanismo da Câmara Municipal de Sintra, onde se montavam Circos com regularidade o que constituía mais um polo de atração no local.

A história do Sintra Cinema, abandonado ao longo dos últimos anos, não terá começado da melhor forma. Terá começado a ser construído em 1945,  mas sofreu um embargo que não consegui descortinar porquê nem quanto tempo durou, que foi anulado pelo  Supremo Tribunal Administrativo, conforme anúncio de página inteira na Edição nº 704 do Jornal de Sintra de 17 de Julho de 1947 e que abaixo reproduzo.

20220516_164321.jpg

Curioso é ter existido outro Sintra Cinema antes deste em local que não consegui descobrir que, ainda segundo a cronologia da Alagamares Associação Cultural e  do blogue Citizen Grave, inaugurou uma nova aparelhagem em 1940, do melhor que existia no mercado, Caster-Ibéria.

Efetivamente descobri nos arquivo histórico da Câmara Municipal de Sintra, um documento, datado de 1933, dirigido ao Administrador do Concelho de Sintra - ver foto abaixo - referente à renovação de uma licença do Sintra Cinema,  mas não faz qualquer referência ao local onde está implantado esta sala de espetáculos.

PT-AMSNT-ACSNT-A-A-002-005302_dissemination.jpg

Depois de muitos anos fechado a Câmara Municipal de Sintra adquiriu o imóvel, tendo aberto um concurso para a sua reconversão, que foi ganho pelo Atelier Carvalho Araújo, com sede em Braga que vai ser responsável pelo acompanhamento da obra até à sua conclusão.

Pela parte que me toca, gostei do que vi no projeto e espero poder assistir à sua reinauguração e ainda poder usufruir deste espaço que há muito merecia ser ressuscitado.

Convido-vos a dar uma vista de olhos ao Novo Sintra Cinema.

15
Fev23

Deixa-os pousar


Vagueando

A RTP1 exibiu uma série de excelentes programas, tendo como base o livro Viagem a Portugal de José Saramago. O programa foi conduzido pelo humorista brasileiro, Fábio Pochart, conseguiu empolgar os espectadores e mostrar que a cultura não tem que ser pesada nem maçadora.

Quando viajo pelo nosso belo país, muitas vezes me pergunto por que razão se chama assim esta ou aquela vila ou aldeia, pelo que comecei a andar com o livro Viagem a Portugal de José Saramago dentro do carro. Entretanto foi editado um outro livro, da autoria da jornalista Vanessa Fidalgo, cujo título é justamente "Porque se Chama Assim".

Vai daí comprei mais este, que também passou a andar dentro do carro, transformando-se numa biblioteca itinerante de bisbilhotice.

Por causa da foto abaixo, a que dei o título de "Pousa-Pássaros”, lembrei-me de uma frase muito usada pelos portugueses “Deixa-os pousar”. 

20230214_152118.jpg

Desde a tomada da imagem, à busca da legenda, até ao programa do Fábio Pochart, foi um saltinho, porque me lembrei de ele ter falado em Pousafoles do Bispo, que Saramago descreve no livro, como um lugar onde tencionava ir para "saber o que poderá restar de uma terra de ferreiros e ver a janela manuelina que ainda dizem lá existir".

Depois lembrei-me do livro de Vanessa Fidalgo, porque refere a Freguesia do Concelho de Ansião que dá pelo nome de Pousaflores e que anteriormente era conhecida por Pousa Foles.

E daqui até à Freguesia de Pousa, no Distrito de Braga foi outro salto.

De pouso em pouso fui saltando por estes locais até que pousei neste novo post.

Agora devem estar a perguntar; Bem, então depois desta lenga lenga toda vamos ficar a saber a razão destes nomes?

Pois, poderia dar-me a esse trabalho mas o meu objectivo é “vender” a imagem e o post (dizem por aí que uma imagem vale por mil palavras e há por aí muita gente a viver da venda da sua imagem).

Assim recorri a esta técnica de venda, usando como isco, os nomes das aldeias e Freguesias, esperando que a freguesia leitora pouse!

Se vieram pousar aqui ou ficam satisfeitos com a imagem ou, caso contrário,  têm que ir pousar nos livros, eventualmente na Internet para satisfazer a vossa curiosidade sobre as origens dos nomes das terrinhas e da frase deixa-os pousar.

Mais sobre mim

foto do autor

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Mensagens

Arquivo

  1. 2024
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2023
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2022
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2021
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2020
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2019
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2018
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D
Em destaque no SAPO Blogs
pub