Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Generalidades

Generalidades

20
Ago23

Nove Centímetros


Vagueando

Não assisto a jogos de futebol, só gosto de ver os resumos que se resumem aos golos, não os resumos alargados, não assisto a debates sobre futebol, não leio jornais que se dedicam ao futebol, mas tenho simpatia por um clube, ainda que não fique triste, muito menos com vontade de bater em alguém quando ele perde ou quando não é campeão.

Contudo, é impossível fugir do futebol, ele entra nas nossas casas, à bruta pela televisão, é impossível não esbarrar num canal que, em qualquer dia da semana, não esteja a falar de futebol, em especial sobre polémicas.

Vai daí hoje, ao navegar na Sapo atravessou-se-me à frente 9cm que, à primeira vista, me escapou. A insistência foi tanta que acabei por ver várias vezes extratos de 9 cm a atravessar fora da passadeira, fui obrigado a uma travagem brusca e pimba acabei por ler este O VAR enganou-se. Mais do que a leitura sobre o sucedido, foram os comentários que me impressionaram, o detalhe do conhecimento, sobre a coisa.

Desde a necessidade de ver frame a frame, ao milionésimo de segundo, à colocação das linhas de análise nunca poderá ser totalmente rigorosa ou até é muito falível e, se não me escapou nada, falta ainda conhecer o diálogo entre o árbitro e o VAR, para se poder emitir uma opinião abalizada, melhor dizendo, como agora está em voga, falar com uma evidência científica, na mão, neste caso no pé para não ser falta.

E isto leva-me ao passado, em que os árbitros falhavam nas suas análises, segundo as más linguas ou os mais fanáticos, porque eram corruptos ou porque tinham mais simpatia pelo clube A ou B.

Se há coisas que o VAR veio provar é que analisar, dentro de campo um lance, como é o fora de jogo, era mesmo muito difícil e falível. E agora com o VAR continua a ser.

9 cm num campo com 100 m de comprimento, ou 10.000 centímetros, são peanuts como diria o Jorge Jesus ou andamos para aqui a discutir pintelhos como dizia Eduardo Catroga.

Bem, resta-nos criar o VAR do VAR e, se possível com recurso à IA.

Teríamos então o VARIA que é como quem diz, varia dia sim dia não, pelo que os calendários dos jogos teriam que ser escolhidos apenas para os dias Sim.

Seria Sim(pático).

14 comentários

Comentar post

Mais sobre mim

foto do autor

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Mensagens

Arquivo

  1. 2024
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2023
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2022
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2021
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2020
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2019
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2018
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D
Em destaque no SAPO Blogs
pub