Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Generalidades

Generalidades

10
Jul21

A Propósito de Motas


Vagueando

Generalizou-se a ideia de que conduzir uma mota, sendo símbolo de liberdade, mas já não de cabelos ao vento, porque entretanto se ganhou consiciência de necessidade (obrigatoriedade) de usar capacete para protecção do motociclista, se pode "ultrapassar", nalgumas cabeças até legalmente, algumas regras do Código da Estrada.

Tendo conduzido várias motas, sem nunca ter sido dono de nenhuma, gostaria de deixar aqui um exemplo do perigo de contornar algumas regras do Código da Estrada.

Há pouco tempo circulava a pé numa avenida, com três faixas de rodagem para cada lado e com semáforos. Aguardava pelo sinal verde para peões, mas como o trânsito estava parado e existia um polícia no local este decidiu mandar parar o trânsito que gozava se sinal verde e mandar avançar os peões.

Um motociclista, guiando-se pelo sinal verde, não tendo visto o polícia seguia no meio de duas filas de trânsito a uma velocidade desproporcionada à situação com se estava a deparar e quase me atropelou na passadeira. O acidente só não aconteceu porque me apercebi da sua vinda mas, ainda assim, pensei que iria parar.

Não obstante vir em contravenção com o estipulado no Código da Estrada, insultou-me sem se aperceber da presença do agente de autoridade que o mandou encostar imediatamente.

Não sei o que se passou a seguir, porque fui à minha vida, mas constato que frequentemente, os motociclistas usam o seu conceito de liberdade (quiçá um pouco egoísta) para ignorar o Código da Estrada, até naquilo que mais os desprotege, nomeadamente quando realizam ultrapassagens em zonas onde a sinalização o proibe e o mais puro bom senso desaconselha e isso, muitas vezes, dá mau resultado.

Como dizia António Variações, quando a cabeça não tem juízo o corpo é que paga.

 

04
Jul21

Comprar gato por lebre


Vagueando

Todos conhecemos a expressão gato por lebre. Surgiu em tempo de guerra, devido à pobreza e escassez de alimentos. Assim  era comum comerciantes venderem carne de gato no lugar de lebre, já que sem pele, estes dois animais são parecidos.

Agora gato por galo, aposto que não conhecem.

Sucede que num momento de distração vi na secção de congelados de um supermercado, filetes de peixe gato, só que, lá está o nosso cérebro prega-nos umas partidas, li que eram filetes de peixe galo.

Como gosto de grelhar filetes de peixe galo num fio de azeite, temperados apenas com sal e limão, só quando os fui buscar ao congelador verifiquei o erro.

Nem vou comentar o sabor dos fileletes de peixe de gato, porque aqui houve gato, a culpa foi minha e foi um grande galo!

04
Jul21

Sentado num banco


Vagueando

20210703_083931.jpg

 

 

Sentado num banco

Será um velho? Talvez!

Cabelo, muito pouco e branco

A morte já lhe marcou vez

 

Sentado num banco

Que não é de jardim

Ganha-se com alavanco

Até haver um motim

 

Sentado num banco

Que é de jardim

Que beleza que espanto

Ainda bem que vim

 

Sentado num banco

Observo e desfruto

Homenageio um santo

E fumo um charuto

 

Sentado num banco

Não se está nada mal

Nem sequer me levanto

No Jardim Condessa de Seisal

 

Sentado num banco

Com outro ao meu lado

Estou a ver se canto

Mas fico sossegado

 

Sentado num banco

Ninguém à minha volta

Tenho que ser franco

Este nevoeiro revolta

 

Sentado num banco

Espero coisa nenhuma

Sinto um solavanco

Chegou a bruma

 

Sentado num banco

Mesmo mal atamancado

Descanso, estou manco

Fico aqui mais um bocado

 

Sentado num banco

Esperando por nada, aguardo

Vejo passar um saltimbanco

Era ele o Joe Berardo

 

Sentado num banco

Aguardo malta de renomes

Não vejo ninguém estanco

Detido o André Luís Gomes

 

Sentado num banco

Não quero mais nada

Pilharam o Multibanco

Nem escapou a entremeada

Mais sobre mim

foto do autor

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Arquivo

  1. 2021
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2020
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2019
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2018
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
Em destaque no SAPO Blogs
pub